«

»

Cuidado na hora de abastecer ou trocar o óleo

A troca de óleo nos postos de gasolina é uma prática muito comum nos dias de hoje. Mas tome cuidado para não ser enganado.

Embora a leitura desta matéria possa dar uma idéia negativa de todos os postos de serviço de maneira indiscriminada, isso certamente não é verdadeiro. Inegavelmente a grande maioria dos postos de serviço é administrada e servida por gente honesta e dedicada, porém, sempre existe umas maçãs podres no meio.

Os próprios fabricantes de lubrificantes e combustíveis são contra esses abusos, uma vez que o problema poderá repercutir diretamente sobre os seus produtos.

Convém esclarecer que muitos frentistas recebem comissões sobre a troca de óleo do motor, filtros de ar e combustível, o que levam para alguns, a praticar atos fraudulentos contra o consumidor.

Veja abaixo alguns “truques” que descobrimos ao longo desses anos:

1. Quem deixa o carro para a troca de óleo nos postos de serviços e não fiscaliza corre o grande risco de comprar um produto de qualidade inferior e pagando pelo preço de um óleo de qualidade;

2. Os veículos atuais não necessitam da troca do óleo da transmissão (câmbio e diferencial), apenas completar o seu nível. Muitos frentistas acabam convencendo as pessoas que a troca é necessária;

3. O frentista ao verificar o nível de óleo, não coloca a vareta até o seu final e mostra ao cliente que o nível de óleo do motor está baixo, obrigando o consumidor a completar o nível (detalhe: pode-se utilizar uma embalagem vazia para simular o abastecimento do óleo);

4. Havendo filas nos postos com clientes com pressa para serem atendidos, o frentista freqüentemente não zera a bomba e abastece o carro seguinte acrescido do valor fornecido pelo cliente anterior. Ex: Um cliente pediu para colocar R$ 20,00 de gasolina. O próximo cliente pede para colocar R$ 40,00. A partir do valor anterior o frentista “coloca” os R$ 40,00, ainda por cima, o cliente acaba achando que o seu carro está consumindo demais;

5. O frentista faz a troca de óleo e recomenda ao cliente que volte após 3000 kms para uma nova troca. Atualmente, a grande maioria dos automóveis necessita de uma troca a cada 10000 kms (para dados mais precisos, consulte o manual do proprietário);

6. O frentista tenta convencer o cliente a colocar um aditivo para óleo lubrificante, que melhoraria o seu desempenho e reduziria o desgaste. Os óleos lubrificantes de qualidade, API SG, SH, SI e SJ já vem aditivados na quantidade certa, não necessitando de mais nada. Pense bem, você compraria uma refrigerando e colocaria açúcar para tomar?

6. O mesmo ocorre para o combustível. Não há necessidade de se colocar aditivos, mesmo para os motores a álcool;

7. Quando o frentista pergunta: “Posso dar uma olhada no motor?” e você deixa, ele diz: “O óleo do seu carro já está bem preto, necessitando de uma troca”. Pessoal, óleo na coloração negra não quer dizer que está no momento de trocar. Os motores a gasolina possuem essa particularidade, que, com poucos quilômetros rodados, o óleo irá adquirir essa coloração.

Creio que deu para esclarecer um pouco mais sobre a troca de óleo com essa matéria. Então, cuide-se.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on TumblrShare on LinkedInPin on Pinterest

6 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. jose

    So frentista com muito orgulho e do honesto nao e porque vc foi enganado por ai que por algums que todos frentista e picareta si honescom meus meus clientes e vc mi agridiu cim esse comentario

    1. Joana

      Você leu o início do texto? Não né? Então leia.

    2. Vinícius

      Cala boca seu mané! leia atentamente o texto do início ao fim para poder ter uma conclusão plausível!
      Nem escrever você sabe direito!

  2. Clarezita Manica

    Olha eu parei em um posto no RS na cidade de Parobé para abastecer ai perguntaram podemos olhar, água, óleo sim, ai o que aconteceu gastei em combustível e mais o óleo R$600,00 e mais um liquido para o filtro.Hoje meu carro está em uma oficina devido ao vazamento desse óleo.

  3. bernardo

    Passei por essa fraude da troca de oleo no posto shell da lagoa. Um absurdo! Nao abastecam lah. Indo para o reboucas de copacabana eh o ultimo posto antees do tunel

  4. Ailson

    Você está enganada, óleo de transmissão se troca com toda certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>