«

»

Como Funciona o Câmbio

Nesta pequena matéria, trazemos para você os princípios básicos do funcionamento de um câmbio mecânico.

Um automóvel precisa de uma caixa de engrenagens porque os motores de combustão interna funcionam eficientemente e desenvolvem alta potência apenas em regimes de rotação mais elevados. Entretanto, um carro deve ser capaz de locomover-se com uma ampla gama de velocidades e, é justamente aí que entra a caixa de mudanças.

A caixa de engrenagens (Câmbio), resolve este problema, mantendo o motor em velocidades relativamente altas e variando a velocidade por meio de engrenagens diferentes, a fim de obter o melhor rendimento possível do motor.

Com um câmbio manual (vide figura), o motor é desengatado durante a troca de engrenagens (ou marchas) e depois progressivamente engatado por meio da embreagem.

Em todas as engrenagens – exceto na ré – a embreagem suaviza a troca de engrenagem para engrenagem. No sistema de marchas sincronizadas, um colar é fixado ao eixo de transmissão, e ao girar com ele, é movimentado por uma haste seletora para engatar em um cone na frente da roda de engrenagem a ser engatada.

O atrito entre o colar e o cone atua sobre a roda de engrenagem que gira livremente, trazendo de forma suave sua velocidade rotacional até a velocidade do eixo de transmissão. Quando ambos, engrenagem e colar, estão girando juntos, os dentes da engrenagem engatam com os dentes do anel externo do colar, pendendo os dois.

  • 1.Eixo da embreagem;
  • 2.Engrenagens de transmissão fixas;
  • 3.Colar 2;
  • 4.Colar 1;
  • 5.Hastes seletoras;
  • 6.Eixo de transmissão;
  • 7.Na ré, a engrenagem ociosa engata entre as engrenagens para alterar o sentido de rotação;
  • 8.Engrenagens da marcha a ré;
  • 9.Primeira marcha;
  • 10.Segunda marcha;
  • 11.Terceira marcha;
  • 12.Eixo secundário;
  • 13.Percurso da transmissão de potência;
  • 14.Eixo da embreagem;
  • 15.Eixo secundário;
  • 16. Colar 1;
  • 17. Colar 2;
  • 18.Alavanca.

A potência do movimento rotatório do eixo de embreagem passa para o eixo secundário por meio de duas engrenagens de transmissão fixas. As engrenagens de transmissão a frente sobre o eixo de transmissão ficam permanentemente engatadas com pequenas engrenagens sobre o eixo secundário, mas giram livremente apoiadas sobre rolamentos.
Mover a alavanca de marchas para o lado seleciona uma das hastes seletoras. Mover a alavanca para trás ou para frente, faz engatar uma marcha. Um colar engata a superfície externa da engrenagem de transmissão, transferindo assim potência.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on TumblrShare on LinkedInPin on Pinterest

7 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. sergio velasques

    meu carro é um renault 19i sedan 1.8. esta entrando a marcha ré quando engato a primeira. sem levantar o colar para engatar a ré . o que pode ser.

    1. Lyandro

      To com esse mesmo problema no meu renault 19 sedan 16s.
      Que pena que ninguém respondeu para você.
      vou ver se acho algo para me ajudadar a mexer nisso.

      1. ric laier

        O meu teve este problema e foi só trocar os reparos da alavanca que custou 35 reais e 70 da mao de obra. espero ter ajudado.

  2. Lyandro

    Oi! Quantas machas tem o renault 19 S16 sedan de 137 cavalos? ele tem 5 ou 6 machas?
    Pois vejo videos no Yutube que os caras temtão colocar 220 por hora e eles chegam a passar 6 vezes a marcha!!.
    Comprei um R19 s16 recente mente só que a manopola ta gasta e não da pra ver quantas machas tem? E se tem a sexta macha onde ela fica?

    1. Lyandro

      Olha o que achei no siti deve nos ajudar alguém infelizmente não me ajudou.
      link tirado em http://arquivo.oficinabrasil.com.br/noticias/?COD=1572
      Dica: 223 – Veículo: Renault 19 RN
      Defeito: não apresenta engate de marchas
      Diagnóstico: o cliente trouxe o veículo até a oficina guinchado, pois não conseguia engatar nenhuma das marchas. Removemos o câmbio e substituímos o cabo e a embreagem que, segundo o proprietário, já começava a patinar. Depois do veículo montado, o testamos e, para nossa surpresa, continuava sem engate. Repassamos os procedimentos de instalação e, por último, verificamos o cabo e a catraca de regulagem automática, que pulava dentes. Dessa forma, não regulava a altura da embreagem e ocasionava a dificuldade de engate das marchas.
      Solução: substituição da catraca de regulagem automática da embreagem.

      José Odécio Agonilha
      São Paulo, SP

  3. Alan soares adelino

    Preciso de um caixa de marcha do Renault RT 19 1.8 8v, onde conseguir amigo me ajude ?

  4. maranho

    Qual a medida do rebaixo do volante do motor do R19 1.8 8v ?
    Já troquei três kits !
    Acho que o mecânico está cometendo falhas. Ele fala que é na retifica .

    Me ajudem.
    ATC.Maranho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>