Impedância dos alto falantes

Certamente você já ouviu falar em impedância não é mesmo?

Mas o que significa esta palavra que causa pavor nos profissionais do segmento? Sua definição é simples: impedância é a resistência que a bobina móvel oferece ao sinal de áudio. Ou seja, o enrolamento da bobina do auto-falante exerce uma resistência à passagem da corrente elétrica, dependendo do material, secção transversal, temperatura e do comprimento do fio. Esta resistência é medida em ohms, da mesma forma que um resistor.

Mas se ela é medida em ohms como num resistor, porque não dizemos “resistência” ao invés de “impedância”? Será que é apenas um termo técnico ou um fator de complicação para o instalador de som? Alguns instaladores sentem muitas dificuldades para entender este processo e fazer o áudio funcionar corretamente.

A resistência à corrente contínua não é idêntica à resistência à corrente alternada, que embora sendo medida na mesma unidade (ohms), é chamada “impedância” e tem como uma de suas características aumentar com a freqüência da corrente, dependendo, porém das características da bobina móvel e do alto-falante.

A impedância é importante para a adaptação do alto-falante à saída do amplificador, sendo que a impedância de ambos devem ser iguais para evitar perder a eficiência ou danificar o próprio aparelho.

Assim, foi criado o termo “casar a impedância” dos equipamentos, ou seja, igualar a impedância de saída do aparelho com a impedância da bobina do alto-falante. Veja nos exemplos a seguir o que ocorre nos diferentes valores de impedância.

a) Casamento de impedância – correto, apresentando o rendimento ideal do sistema de som.

b) Impedância do equipamento inferior ao do alto-falante – apresenta rendimento insuficiente ou perda de potência.

c) Impedância do equipamento superior ao do alto-falante – apresenta rendimento acima do normal, podendo danificar os equipamentos.

Mas, e se eu tiver um aparelho com impedância de saída de 4 ohms e dois alto-falantes de 8 ohms? O que fazer?

Neste caso entram as associações dos alto-falantes. Ligando-se dois falantes de 8 ohms em paralelo, teremos uma impedância final de 4 ohms, casando-o com o equipamento.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on TumblrShare on LinkedInPin on Pinterest

Leave a Comment

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

  1. Murilo Alves Moreira

    says on outubro 3, 2011

    Potência máxima 4 x 23 W RMS em 4 ohms , um aparelho de som com essa característica
    qual e o ideal de subwoofer posso colocar??

    Posso Colocar por ex:
    4 desse cuja as características são:

    Potência máxima 480 W (PMPO)
    Potência nominal 80 W RMS
    Medida 8″
    Frequência de resposta 45Hz a 3,5kHz
    Impedância 4 ohms

  2. Luiz

    says on junho 18, 2012

    Amigo, boa noite.

    Para instalar um sub vc necessita utilizar um módulo amplificador de potencia. As saídas do auto rádio são amplificadas para o uso de pequenos auto-falantes.

    Vc pode utilizar um projeto barato (Gastar uns R$ 700) para instalar um Sub de 160WRMS 4 Ohms + Corneta + Tweeter + Módulo 4 Canais que aceite Bridge.

    Abs

  3. Arison

    says on agosto 22, 2012

    Ola amigo…
    Entao comprei um modulo hurricane 4.480 e tenho 2 subwofer da 12″ upgrade 350 bobina simples como posso fazer a ligação em bridge???
    Vou usar o modulo como 3 canais!!!
    2 stereo 1 mono
    alto falante sub 4 ohms
    e no manual do modulo esta em bridge 4~8ohms
    entao fiquei na duvida de como faco a ligacao!!!
    Abraco obrigado

  4. Rogério Gomes de Souza

    says on junho 21, 2014

    Boa Noite amigos,

    E no caso por exemplo tenho caixa de som que era de mini system, e é de 3 ohms os auto falantes impactaria muito ligando eles em um cd player de 4 ohms.

    O que posso utlizar para fazer que o alto falante entre na casa do 4 ohms.

    Muito obrigado.

    Atenciosamente,

    Rogério Souza

Back to top ^

 
 

Swipe left/right for previous/next post