,

Primeiro teste Hyundai Elantra 2017: Supreendente

Uma pequena joia escondida na sua cara.

Hyundai Elantra

Quando você pensa em esportivos compactos, talvez a Hyundai não seja a primeira montadora a vir na sua cabeça. Honda, Volkswagen, Mazda e Ford tem compactos esportivos que são bem vistos entre os entusiastas por sua mistura de diversão e praticidade. O Elantra 2017 Sport mira em colocar a Hyundai nas conversas cobre carros compactos esportivos, usando uma dose de potência de motor turbo e uma suspensão totalmente reformulada.

Você pode distinguir um Elantra Sport de um normal 2017 por suas rodas de liga de 18 polegadas calçadas por pneus de alta perfomance Hankook Ventus S1 Noble2 para todas as estações, saias laterais mais baixas, luzes led horizontais para o dia, exaustores duplos e uma fáscia frontal mais agressiva. Embaixo do capo nosso testador é um turbo quatro de 1.6 litro com 201 cavalos e 195 lb-ft de torque pareado a um câmbio manual de seis marchas, porem o câmbio automático de dupla embreagem com deslocamento rápido em sete velocidades característico da Hyundai/Kia também está disponível. A EPA avalia o Elantra manual em 22/30 mpg na cidade/estrada, porem nosso nosso teste real de Mpg mostrou impressionantes 28.2/36.9 mpg, fazendo deste carro, se tratando de combustível, um dos mais eficientes dentre os compactos esportivos disponíveis.

Melhor desempenho entre os esportivos

Na faixa, o Elantra Sport 2017 chegou até 60 mph em 7.1 segundos e acabou um quarto de milha em 15.4 segundos a 90.7 mph. Isso o faz levemente mais rápido que o Honda Civic Sport recentemente testado, porém mais lento que automóveis como o Volkswagen Golf GTI e Jetta GLI e a geração anterior do Honda Civic SI, todos esses que chegavam a 60mph abaixo dos 7 segundos e acabavam um quarto de milha em 15 segundos ou menos estando a bem mais que 90 mph. O editor da Road Test, Chris Walton, notou que os pneus grudentos do Elantra o fizeram complicado de iniciar. Ele também disse que adicionar muita aceleração pode sobrecarregar os pneus dianteiros devido ao baixo torque prodigioso que o carro tem.

Apesar de ter freios dianteiros maiores, o Elantra freio dos 60 mph em 120 pés, o que é 5 pés mais longe do que o Civic hatchback porem só um poquito mais longo que o pré-atualizado Mazda 3 2.5 da geração atual, que levou 117 pés. Mesmo que a performance dos freios seja considerada consistente ao longo de várias tentativas, Walton achou que existe muita vibração e pulsação dos pneus, o que causa um sacudir. Ele suspeita que a calibração do sistema anti-travagem nos freios não foi puxada para os pneus esportivos do Elantra.

A maior mudança feita pro Elantra esporte é a suspensão traseira independente no lugar do feixe de torção padrão, visando melhorar o manejo do carro. O Elantra terminou o percurso em oito na marca dos 26.7 segundos com uma média de 0.65 g e produziu uma aceleração lateral de 0.86 g, colocando-se lado a lado com o Mazda3 2.5 e o Civic Sport hatchback. O diretor de testes Kim Reynolds ficou impressionado com a dinâmica de manejo do Hyundai e descobriu que você pode deslizar levemente tirando seu pé do acelerador. Reynolds concluiu que o Elantra Sport balanceia seus melhores atributos e disse que nenhum atributo se destaca mais que o outro.

Por conta dos números dos testes não contarem a história completa do Elantra Sport, nós levamos ele até as pistas sinuosas nos arredores de Los Angeles aonde descobrimos que ele é um parceiro de dança com vontade. Jogue o carro numa esquina e ele tem muita pegada e pouco jogo de corpo, permitindo que você faça curvas de forma confiante e mantenha seu embalo. A subviaragem este presente, mas você precisa abusar do carro para isso acontecer. Os freios do Elantra Sports provaram estar aptos para a função e não demonstraram muito desgaste apesar de passarem quase um final de semana inteiro atacando pistas sinuosas. Mesmo com a suspensão rígida, o Elantra corre bem e faz um trabalho excelente em deixar as imperfeiçoes da pista fora da cabine de passageiros. A direção é a maior evolução, oferecendo grande resposta para que você saiba o que as rodas dianteiras estão fazendo. Entretanto, o sistema do carro pode, algumas vezes, adicionar muito peso quando você está pilotando normalmente, fazendo-o parecer artificialmente pesado.

Motor Turbo no Hyundai Elantra

O morto turbo quatro de 1.6 litros da Hyundai oferece muito torque baixo e médio, tendo um barulho de escapamento profundo e irritante, com estouros e borbulhar. Como qualquer carro moderno com motor turbo igual ao do Honda Civic, esse moinho produz fortemente barulho nas rotações. As 6 marchas têm trocas espaçadas, uma mudança precisa e macia com engasgos razoavelmente curtos e a embreagem é leve, facilmente previsível, fazendo com que seja livre de esforço dirigir o Elantra fortemente na sua estrada sinuosa favorita.

Muito do interior do Elantra Sport 2017 é similar a versão padrão, com algumas mudanças menores como volante de fundo plano, assentos esportivos com mais agressividade, aparador de fibra de carbono e estofado de couro preto com contraste vermelho nas costuras. Contudo, a falta de outras cores deixa o interior com aparência simples. Tem bastante espaço para quatro passageiros e um porta malas generoso de 14.4 pés cúbicos, que se expande via os bancos dobráveis padrões 40/60, deixando o Elantra Sport como uma boa escolha para se vender sendo um carro prático e divertido. A qualidade de construção é solida, com uma mistura entre materiais macios e preenchimentos nas áreas aonde apoiar os braços e plásticos duros no painel, console e painel das portas. O isolamento da cabine é excelente, como o mínimo de ruído da estrada e do vento; todavia, nós gostaríamos que o barulho de exaustão fosse um pouco mais alto para ressaltar a esportividade do carro.

O sistema de entretenimento e informação se mante um dos mais fáceis de usar e tem uma das melhores integrações disponíveis com “Android Auto” e “Apple CarPlay”, com seu smartphone tomando completamente o controle da parte multimídia. Disponivel no padrão 7 polegadas “touchscreen” ou numa unidade de navegação maior, com 8 polegadas que, quando equipada com o pacote premium, responde mais rapidamente e tem botões de atalho para outras funções como telefone, áudio e configuração de interface. O opcional sistema de áudio “Infinity premium” oferece som puro e limpo para todos os gêneros musicais e é uma das melhores unidades no segmento principal. Ativos de segurança tais como freio automático de emergência, detecção de pedestre e alerta de colisão dianteira não estão disponíveis no Elantra Sport 2017 e são exclusivos para a lista de adicionais disponíveis no sedan e no próximo Elantra GT Sport 2018 hatchback. O alerta de ponto cego com alerta de trafego traseiro são parte do pacote premium. Câmera de ré é padrão.

Nosso testador deu entrada em $25.010, fazendo do Elantra Sport 2017 um item valoroso, especialmente considerando como é divertido. Apesar de seus números de performance não estejam a par do Golf GTI e do Jetta GLI, o Elantra Sport ainda é uma aposta solida. Ele te dá muito carro pelo dinheiro e, o melhor de tudo, é um carro muito bem balanceado com uma boa mescla de potência, agilidade e conforto que você pode facilmente dirigir durante a semana e leva-lo até uma autoestrada no final de semana. Claro, um deslizamento limitado diferencial e freios fortes seria legal, mas, mesmo sem eles o Elantra Sport é capaz de impor sua potência efetivamente e esfregar a velocidade rapidamente quando necessário. Até o primeiro veículo da submarca Hyundai N chegar, o Elantra Sport é o carro mais interessante da marca, com barulho irritante de exaustor e tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *