Carro não liga, carro não da a partida – parte 2

O motor gira(ameaça ligar), mas não pega. Dicas para solução:

Nesta segunda parte, vamos atentar para os problemas de quando o motor gira(ameaça ligar), mas não pega/dá a partida.
Leia a primeira parte deste post em:  Carro não liga, carro não da a partida – parte 1


É mais difícil encontrar a causa do problema quando o motor gira, mas continua sem pegar, pois há mais componentes envolvidos, e por isso existem mais possíveis razões para o problema. Primeiro, vamos olhar para o que é necessário para um carro pegar/dar partida – leia o próximo parágrafo. Em seguida, atente para os acontecimentos anteriores ao fato do carro não pegar, isto também pode lhe dar algumas idéias. Por exemplo, se um carro não pega depois de uma chuva, o problema pode ser causado pelo fato da água ter entrado nos componentes de ignição.

Se de algum modo você pode conseguiu dar partida no carro, atente para o que ajuda a ligar o motor, isto também pode ajudar a descobrir o problema. Por fim, aqui vai uma dica: tente descobrir se os outros proprietários do mesmo modelo de veículo já tiveram o mesmo problema, desta forma encontrar a solução torna-se mais fácil.




O que é necessário para o carro pegar/dar a partida?

Se o motor gira(ameaça pegar), mas o carro não dá partida significa que pelo menos a bateria e o sistema de partida estão OK. Então, vamos olhar para o que mais é necessário para um motor dar a partida/iniciar e quais são os problemas mais comuns:

  1. Compressão. A compressão normal nos cilindros é 120-170 psi. O motor não arranca/não dá partida se a compressão é inferior a 70 – 80 psi. A compressão pode ser baixa, por muitas razões, tais como vazamento na junta do cabeçote, correia quebrada, tempo incorreto/ temporizador incorreto, pistões quebrados, etc. Muitas vezes o superaquecimento do motor pode causar a quebra dos pistões ou vazamento no cabeçote. Quando a compressão é baixa você ouve que o motor gira mais rápido do que o normal.
  2. Tempo/Temporizador correto. O comando do motor que abre e fecha as válvulas (do motor) é precisamente cronometrado por uma correia dentada, corrente ou engrenagens. Se, por exemplo, a correia dentada está quebrada ou se soltou, o motor não dará partida ou funcionará de modo irregular.
  3. Combustível e faísca. Um motor de carro precisa de uma mistura de ar-combustível, fornecido aos cilindros e uma faísca forte sobre as velas de ignição no momento certo para inflamar a mistura para que ambos os sistemas: de entrega de combustível e de ignição, funcionem em boas condições. Problemas comuns com uma entrega de combustível incluem uma bomba de combustível ruim, relé da bomba de combustível ruim e fiação. Um pacote de bobina de ignição ruim e um distribuidor com defeito são os exemplos mais comuns de problemas no sistema de ignição.

Além disso, em um veículo moderno tanto o combustível quanto o sistema de ignição são controladas por um computador de bordo. O computador de bordo, por sua vez, é conectado a um módulo de controle de transmissão e um sistema de segurança. Um problema com qualquer um deles também pode fazer com que o motor não dê partida. Aqui estão alguns exemplos: a BCM com problema (Body Control Module), um PCM com problema (Powertrain módulo de controle), defeito do sensor da cambota, sensor de sistema de segurança com defeito



Aconteceu alguma coisa antes que pudesse causar o problema?

Às vezes, o que aconteceu antes pode lhe dar alguma dica do porque seu carro não pega. Vejamos algumas situações comuns:



Sinais de falta de combustível/gasolina

É um problema comum quando o medidor de combustível não funciona corretamente e o veículo pode ficar sem gasolina. A indicação de baixo nível de combustível pode ser devido à falta de energia o que piora gradativamente. Se houver muito pouco combustível no tanque, o motor pode começar a girar/funcionar por um curto período, e depois morrer novamente. Você também pode perceber que o motor engasga.



O carro foi consertado recentemente

Se o motor do seu veículo foi reparado recentemente, leve-o de volta para a oficina e peça uma revisão. Pode ser que eles simplesmente se esqueceram de ligar algo de volta. Isso acontece.



O motor não dá partida, não liga depois que entrou água no compartimento do motor

Se o seu carro morreu depois que entrou água no compartimento do motor, por exemplo: após a lavagem do motor ou depois de dirigir no meio de uma poça d’água profunda, isso pode ser devido a alguns componentes de ignição terem entrado em curto-circuito. A água pode ter entrado na tampa do distribuidor ou na bobina de ignição e isso pode causar problemas. O melhor é levar o seu carro até um mecânico, para que ele verifique isso. Muitas vezes, uma simples secagem dos componentes de ignição pode ajudar, se não houver outros danos.


O carro não da a partida depois de ter sido superaquecido

Superaquecimento do motor pode causar uma série de problemas e se o motor não pegar depois de ter sido superaquecido não é um sinal muito bom. Verifique a compressão nos cilindros.


Se o carro liga algumas vezes, o que o fez ligar?

Às vezes um carro pode ter um problema, que o faz às vezes pegar e outras vezes não. Tais problemas que não são apresentados em todas às vezes podem tornar o “diagnostico” mais difícil. O que ajudará o seu mecânico a encontrar o problema é notar quando, e sob quais condições o carro não dá partida e o que ajuda a dar essa partida. Por exemplo, se você perceber que “balançando” a chave na ignição ajuda o carro a pegar, pode dizer ao seu mecânico que o problema é provavelmente com o interruptor de ignição (problema muito comum). Ou se a luz de segurança ficar piscando no painel cada vez que o carro não dá partida/ligar você pode dizer ao seu mecânico para começar com a verificação no sistema anti-roubo.



Pesquisa por problemas comuns

Se seu carro não pegar/não ligar, tem uma boa chance de que alguém já tenha tido um problema semelhante ao seu com o mesmo modelo de carro e já tenha encontrado uma solução. Tente buscar no Google usando as palavras que descrevam o problema mais o modelo do carro, por exemplo: ‘Carro não liga Gol’ ou ‘Carro não da a partida Polo’ etc, você encontrará uma série de fóruns descrevendo o problema e as formas de corrigi-lo. Se não encontrar deixe sua solução, deixe um post no nosso fórum.


Todo o conteúdo deste artigo é de propriedade do site Samarins, tendo sido feita apenas a tradução e adaptação para a língua portuguesa. Traduzido por: Yasmin Galhardo.

Carro não liga, carro não da a partida

É frustrante quando o seu carro não pega – isso já aconteceu pelo menos uma vez com a maioria dos motoristas. Eu mesmo já tive situações em que meu carro não queria ligar. Mas não há necessidade de pânico, há uma solução para praticamente todos os problemas. O problema é que nem sempre é tão fácil de encontrar.

O processo que acontece desde o momento que você coloca a chave na ignição até o momento em que o motor funciona é bastante simples e envolve apenas algumas etapas. Uma vez sabendo em qual etapa algo está errado, você terá uma idéia melhor do porque seu carro não liga e saberá o que fazer.

Espero que este artigo o ajude a encontrar uma solução ou que as informações aqui expostas o ajudem a explicar melhor o problema a um mecânico – uma descrição detalhada ajudará o seu mecânico a diagnosticar o problema mais rapidamente.

O que acontece quando você tenta ligar o carro?

Vamos começar com algumas perguntas para descobrir em qual etapa as coisas dão errado. Isto pode ajudá-lo a ter uma idéia melhor do porque seu carro não liga. Quando você leva o seu carro a uma oficina com algum problema na partida, o mecânico pode lhe fazer perguntas semelhantes; e isto pode ajudá-lo a encontrar o problema mais facilmente.

  • Você consegue girar a chave na ignição?  Sim ou Não
  • Quando você liga a chave de ignição, antes de dar a partida no carro, as luzes se acendem no painel?  Sim ou Não
  • Quando você liga a chave de ignição, antes de dar a partida no carro, a luz de “segurança” permanece acesa ou pisca no painel?  Sim ou Não
  • Quando você liga a chave de ignição, antes de dar a partida no carro, a luz “Check Engine” acende/aparece?  Sim ou Não
  • O que melhor descreve a sua situação quando você gira a chave de ignição para a posição de dar a partida?

O que verificar primeiro se um carro não liga

Se o carro não pegar, verifique primeiramente os pontos básicos abaixo:

  1. A bateria está boa ? Leia o próximo parágrafo para saber como fazer uma simples verificação da bateria.
  2. O carro não liga com a transmissão automática em “Park”, mas sim em “Neutral”? Às vezes, um carro automático não irá ligar em “Park”, mas sim em “Neutral” devido a um problema com o interruptor de segurança do neutro  (carros de câmbio automático).
  3. Os cabos da bateria estão apertados e não corroídos?
  4. Tem combustível suficiente no tanque? Uma situação comum é quando o medidor de combustível não está funcionando corretamente e o carro fica sem combustível, contudo, o indicador de combustível continua mostrando como se tivesse combustível no tanque.
  5. Será que o seu carro tem um sistema anti-roubo (alarme) que, por algum motivo não esta permitindo que o carro dê a partida?

Como verificar a bateria

Uma “bateria morta” ou descarregada é uma das possíveis razões para um carro não ligar. Às vezes a gente esquece de desligar a luz do teto ou rádio ou qualquer outra coisa, ou mesmo pode ser algum componente defeituoso do sistema elétrico do veículo que suga a bateria. Às vezes, se a bateria é bastante antiga, ela pode simplesmente ‘morrer’ um dia, mesmo que no dia anterior estava tudo OK e funcionado. Em ambos os casos, se a bateria está com pouca carga, ela não terá poder/energia suficiente para girar o motor (ligar o carro): você pode ouvir algum ruído ou o motor pode girar muito lentamente antes de dar a partida.

Aqui você encontra uma maneira simples de verificar se a bateria está descarregada:

Gire a ignição. Sem ligar o motor, ligue o limpador de vidro/ pára-brisa. Se eles se moverem muito lentamente, mais devagar do que o normal, a bateria provavelmente está descarregada.

Se a bateria é relativamente nova, ela pode ser recarregada. Tudo que você precisa fazer é dar partida no seu carro e deixar o motor funcinando por um tempo para carregar a bateria.

Se a bateria é velha, pode estar completamente morta, por isso não vai responder ao comando de dar partida e o carro não “ligará” depois de desligá-lo. Neste caso, você precisará de uma bateria nova.


A chave não vira na ignição do carro

Se a chave não virar na ignição, isto pode ser pelas seguintes razões: Muitas vezes isso acontece quando a direção está bloqueada através do bloqueio da ignição com as rodas da frente viradas de lado (por exemplo, ao estacionar em uma colina) ou quando uma das rodas dianteiras é empurrada contra algo (por exemplo, pedra calçada). Neste caso, tente girar o volante à esquerda e à direita, enquanto delicadamente gira a chave na ignição – isso pode ajudar.
Outra possibilidade é que haja um problema com o bloqueio de ignição ou na própria chave. Isso acontece, quando a chave e o mecanismo de bloqueio se desgastam ao longo do tempo. Tente usar a chave reserva/extra. Se nada funcionar, um mecânico deve ser chamado ou deve-se acionar a concessionária.


Nenhuma luz acende no painel

Se você ligar a ignição e nenhuma luz acender no painel, isso significa que não há energia vindo da bateria. Isto pode ser uma bateria descarregada ou muitas vezes, uma chave de ignição ruim pode causar isso. Ligue os faróis, se funcionarem, significa que a bateria tem força/energia, então o problema pode ser com a chave de ignição ou na fiação entre a chave de ignição e a bateria.


Luz de “segurança” ou em forma de chave fica acesa ou pisca no painel

Muitos carros estão equipados com um imobilizador ou com um sistema de segurança que permite que o motor comece apenas se a chave correta é utilizada. Você pode encontrar mais informações sobre o imobilizador no manual do carro. Basicamente isso significa que uma chave de ignição tem um código e quando você inseri-la na ignição, um sensor transmite para o sistema que lê o código de segurança. Normalmente, quando você liga a ignição, você vê uma luz de segurança que aparece rapidamente e logo se apaga. Isso significa que o código da chave de ignição está correto e que o carro está “autorizado” a iniciar/ dar partida. Se quando você liga a ignição, a luz de segurança permanece acesa ou piscando significa que seu sistema de segurança do carro não reconhece a chave ou que há algum problema com alguma parte do sistema de segurança. Alguns carros da GM, por exemplo, tiveram um problema com o sensor do sistema de segurança localizado na fechadura da ignição. Às vezes, a chave precisa apenas ser reprogramada (código reprogramado).
Você pode encontrar as informações de como reprogramar a chave no manual carro. Você também pode tentar usar a  chave reserva e se nada funcionar, a concessionária deve ser acionada.


A luz “check engine” não acende

Quando você liga a ignição antes de iniciar o carro, a luz “Check Engine” supostamente deve acender indicando que o computador de bordo (também poderia ser chamado ECM, PCM, ou ECU) está ligado . Se a luz “Check Engine” não acender com a ignição ligada, é possível que não haja energia para o computador  de bordo (por exemplo, devido a um fio quebrado, fusíveis queimados, etc) ou ainda pode ser um problema no próprio computador de bordo ou a bateria esta descarregada (como fazer uma simples verificação da bateria).


A partida não acontece/ O carro não dá partida

Se nada acontecer quando você girar a chave de ignição para a posição “START”, significa que o motor de arranque não girou. Mais comumente isto poderia ser causado por uma bateria descarregada, aqui está como verificar a bateria.
Se a bateria está OK, mas a partida ainda não acontece, pode haver uma série de possíveis razões. Aqui estão algumas delas:

  • O interruptor de ignição pode estar ruim – é um problema comum.
  • O motor em si ou o solenóide está ruim.
  • Fio do solenóide pode estar com uma conexão ruim.
  • Interruptor de segurança ‘Neutral’ está ruim (carros de câmbio automático).
  • Um problema com o sistema de segurança do veículo ou algum outro módulo de controle eletrônico (por exemplo, PCM, BCM) também pode impedir o carro de dar a partida.

Eu posso ouvir um clique, mas a partida não acontece/ o carro não dá a partida / não liga.

Se você pode ouvir um clique alto sob o capô, no compartimento do motor, mas a partida não acontece isso também pode ser causado por bateria descarregada, aqui você pode saber como verificar a bateria.
Se a bateria estiver OK, o solenóide de partida, cabos de partida ou o motor, podem ser os problemas.


Motor de arranque gira lentamente, o motor não dá partida

Isto também pode ser causado por bateria fraca ou descarregada; aqui você pode ver Como verificar a bateria.
Se a bateria estiver OK, cabos de partida poderão estar mal conectados ou o motor em si pode estar com problema. Ou o motor pode estar com um problema mecânico interno (por exemplo, a falta de óleo, ou o óleo do motor está muito velho, etc).


Continue lendo este post em: Carro não liga, carro não da a partida – parte 2

Todo o conteúdo deste artigo é de propriedade do site Samarins, tendo sido feita apenas a tradução e adaptação para a língua portuguesa. Traduzido por: Yasmin Galhardo.

Manutenção básica do carro – Como verificar o óleo do motor

Como fazer a manutenção do carro? – Como verificar o nível do óleo do motor?

Verifique o óleo do motor regularmente, especialmente se você notar diferenças no nível de óleo entre as trocas.
O óleo do motor resfria e lubrifica o motor. Dirigindo com nível de óleo muito baixo pode causar problemas no motor.

Passo a passo como verificar o óleo do carro:

Estacione o seu veículo em um local plano.
Freie o carro.
Certifique-se que a transmissão está em “ponto morto”.
Desligue o motor.
Aguarde um ou dois minutos para deixar o óleo do motor drenar para o cárter.
Puxe a vareta do óleo do motor. Se você não sabe onde ela está localizada, verifique o manual do proprietário , geralmente ele tem uma alça brilhante dizendo “óleo do motor”.
Tire a vareta e limpe-a.
Insira totalmente a vareta de volta ao local.
Aguarde alguns segundos e puxe-a novamente e verifique o nível do óleo.
O nível do óleo deve estar entre a marca (furos na vareta) ‘Mínimo’ e ‘Máximo’.
Nesta foto, o nível está OK e o óleo está limpo.
Verifique o estado do óleo: Se é ele esta muito escuro / negro, como na foto à esquerda, é o momento de troca-lo. Se é marrom, mas ainda limpo e transparente, como na foto à direita, está BOM. Se o óleo do motor está com uma cor de “café com leite” significa que o arrefecimento do motor esta se misturando com o óleo. Este é um sinal de algum problema interno do motor, como por exemplo, um vazamento na junta do cabeçote – é necessario levar seu carro em uma oficina para verificar o problema.
Se o óleo parece esta com a aparencia boa, mas o nível está baixo, você pode simplesmente completar o óleo.
Para completar o óleo do motor é recomendado usar o tipo de óleo especificado no manual do carro ou o que esta escrito no tampão do depósito de óleo.
Por exemplo: óleo 5W-20, SAE 5W-20.
Se o seu motor precisa de um óleo sintético, use somente óleo sintético. Você encontra o tipo de óleo recomendado para o seu carro no manual do seu veículo.
Como completar o óleo do motor:
Adicione uma pequena quantidade de óleo no local de enchimento do óleo.
Espere um minuto para deixar o óleo descer. Verifique o nível do óleo novamente com a vareta. Se ainda está com o nível baixo, adicione mais um pouco. Mas não encha (não esqueça do nivel).
Não se esqueça de colocar a vareta e fechar a tampa de enchimento de óleo quando você terminar.

Como instalar um novo controle no alarme positron?

Como gravar / configurar um novo controle no alarme positron?

  1. Acione a ignição do carro;
  2. Pressione e mantenha o botão mestre do alarme positron para selecionar o modo de GRAVAÇÃO do alarme, ou seja, mantenha pressionado ate ouvir 3 “beeps“;
  3. O alarme acende as setas do veículo temporariamente, sinalizando que está pronto para receber o sinal do novo controle;
  4. Aperte no controle ao mesmo tempo o botão de abrir e fechar o carro;
  5. Pronto! Esta configurado o novo controle. 🙂

 

Pode tambem consultar a propria positron: http://www.positron.com.br/

Ou fazer download do manual do alarme positron aqui.

Como fazer o pretinho para pneu?

Pretinho para pneu, também conhecido como tinta para pneu.

 

Receita para fazer “pretinho” pros pneus
A receita é simples. Para fabricar 200ml de pretinho, você ira precisar de:

  • 100 ml de Glicerina (Glicerina se compra em qualquer farmácia),
  •   50 ml de Água (só para engrossar a mistura),
  •   50 ml de Álcool (álcool comum, usado em casa, serve para diluir a glicerina).

 

 

Modo de preparo:

Misture tudo, aplique no pneu usando um pincel ou uma esponja. Sempre antes de usar, chacoalhe bem. O resultado fica ótimo, o pneu parece novo e brilhante, fica melhor que qualquer tipo de pretinho que o pessoal usa por aí. Pode ser usado também para deixar os tapetes de borracha do carro bem pretos.

 

 

Vejam a foto de como ficou o pneu do carro após o uso do pretinho:

 

 

Calibrar os pneus com nitrogênio. Vantagens?

A calibragem dos pneus requer alguns cuidados. Para acertar na pressão, o primeiro passo é que eles estejam frios. Outra dica é que a calibragem seja feita com nitrogênio ao invés de ar comprimido, já que esse gás mantém a pressão constante em todas as temperaturas e por mais tempo, fazendo com que os pneus sofram menos desgaste.

O nitrogênio é um gás inerte, não inflamável, ou seja, ar seco sem oxigênio. Calibrar o pneu com nitrogênio é uma ótima alternativa. Esse gás mantém a pressão do pneu constante em todas as temperaturas e se ocorrer alguma alteração na pressão, ela será bem pequena. A grande vantagem do nitrogênio em relação ao ar comprimido é que ele não se dilata, o que ocorre bastante com o ar comprimido, uma vez que em sua composição a umidade é elevada, ou seja, quando aquecido ocorre evaporação e, em conseqüência, o aumento da pressão.

Já o nitrogênio mantém a calibragem por mais tempo, facilitando a vida do motorista que vai precisar verificar a pressão menos vezes, se comparado ao uso do ar comprimido.

O resultado disso é que o pneu pode sofrer menos desgaste, já que a pressão se manterá dentro dos limites estabelecidos pelo fabricante. O grande problema do ar comprimido é que com as alterações de pressão o pneu sofre deformações, indo da falta de ar ao excesso em um curto espaço de tempo. Essas constantes transformações causam desgaste prematuro. O uso do nitrogênio é muito empregado em competições, em que a performance exige precisão de segundos. Mas vale ressaltar que a manutenção do pneu é que garante sua longevidade, ou seja, mesmo com nitrogênio a inspeção da pressão é necessária, embora em tempos mais espaçados.

A ausência do oxigênio (O2) evita – ou pelo menos diminui, já que ele estará presente em quantidades mínimas – a oxidação da borracha na parte interna da câmara ou do pneu.
Uma dificuldade que o nitrogênio apresenta é que, muitas vezes, é difícil encontrar locais com nitrogênio à disposição. Daí, temos de calibrar os pneus com ar normal e essa mistura de ar quebra os possíveis efeitos positivos do nitrogênio.

Se você for calibrar os pneus do seu carro com nitrogênio, use sempre os mesmos índices de pressão recomendados para o ar comprimido. Os valores não mudam.
É possível misturar ar comprimido com nitrogênio, mas, nesse caso, o nitrogênio perderá algumas de suas vantagens. O recomendável calibrar os pneus só com nitrogênio ou só com ar comprimido para obter melhores resultados.

Lembre-se: a calibragem, seja ela com ar comprimido ou com nitrogênio, deve ser feita somente com os pneus frios.

Posts mais antigos «

» Posts mais novos