, , ,

Dicas de Manutenção para Carro Antes de Viajar

manutenção viajar 3Quando chega aquela altura do ano em que vamos de férias, ou fazer uma viagem mais longa que o habitual, é importante preocuparmo-nos com a manutenção básica dos veículos. Pode parecer algo complicado ou até dispendioso, mas aí é que está o erro, é que apenas é preciso verificar componentes simples, de baixo custo e fácil substituição, aliás, é precisamente a descuidar estes elementos que podemos danificar o nosso carro ou até mesmo tornar uma suposta viagem prazeirosa num verdadeiro inferno.

 

Quais os itens a ser checados antes de pegar a estrada?

Apresentamos aqui uma lista dos itens mais importantes a serem checados antes de viajar. Lembre-se ainda que a revisão não deve ser feita na véspera, poucas são as situações em que se consegue arranjar o carro ou substituir peças de um dia para o outro, mas existem certos componentes que pode ser você mesmo a checar, e assim ganhar tempo e dinheiro. Veja por si mesmo:

Pneus

Neste item devemos dar especial atenção ao TWI, indicador de desgaste da banda de rodagem dos pneus, e não esquecer também o pneu sobressalente (estepe). Por muito que queiramos alongar a vida dos pneus e evitar gastar dinheiro, chega sempre aquele momento em que não podemos mais ignorar os riscos, sendo a única opção disponível a subsituição imediata quando encontramos:

  • Bolhas –  indicativo de dano estrutural irreversível na carcaça, havendo sérios riscos de explosão, principalmente na estrada – onde o pneu é exposto a uma temperatura maior, elevando sua pressão interna.
  • Desgaste irregular na banda de rodagem – indicativo de desalinhamento da suspensão, ou de uso de pressão inadequada no pneu por longos períodos. Os sulcos devem ter um mínimo de 1,6mm de profundidade se não quer fazer aquaplanagem, por isso valores menores implicam um pneu novo.

Não esquecer ainda de:

  • checar a pressão de todos os pneus (estepe também) – os valores de pressão do pneu variam em relação o modelo do carro e normalmente estão afixadas junto à porta do motorista em pequenas placas de metal. Convém ainda utilizar a pressão adequada ao número de passageiros e bagagem que vão levar, desta forma evitar-se-ão acidentes e consumo exagerado de combustível.

roda-amassadaFuração de Rodas


Roda amassada (rodas de fero) e/ou  quebras e trincas (rodas de liga) podem provocar fugas de ar dos pneus, pelo que é preciso ser checado por um profissional para uma possível reparação ou substituição.

 

Triângulo, macaco e chave de roda

manutenção viajar 2

 

Não basta apenas checar se estão lá. Certifique-se que os sabe usar e se estão a funcionar.

 

 

Alinhamento da suspensão e balanceamento das rodas

Este é um daqueles parâmetros que não podemos mesmo descuidar. Mesmo que lhe pareça estar tudo bem, lembre-se que apenas em altas velocidades ou frenagens bruscas a alta velocidade é que se consegue percepcionar sinais como o pneu cantando, vibrações no volante, direção desalinhada  em que se sente o carro a puxar para um dos lados…  Desta forma, nada como prevenir acidentes graves e até capotamentos fazendo uma checada com um profissional, principalmente se a última vez foi há 10.000 km atrás.

 

Barulhos na suspensão

Tudo que possa soar como silvos, rangidos, batidas secas ou ruídos que se assemelham a algo frouxo ou solto devem ser checados, mais uma vez com o profissional é o ideal.

 

Fluidos

manutenção 4Neste setor é importante verificar o nível e validade dos filtros e presença de vazamentos dos seguintes fluídos: líquido de arrefecimento, óleo do motor e transmissão, fluido de freio, direção hidráulica e embreagem, e combustível do reservatório. Hoje em dia os fluídos não aguentam mais do que três anos. É recomendado trocar filtros e fluídos cujo prazo de mudança estiver próximo. Quanto aos vazamentos, nada melhor do que ficar atento ao chão onde o carro esteve estacionado para descobrir quais são.

 

Sistema elétrico

Verificar o funcionamento de todas as lâmpadas e lanternas, faróis e piscas pode prevenir multas e acidentes. A sua substituição costuma ser rápida e barata.

 

Sistema de limpeza dos vidros

Sendo um parâmetro do qual só nos apercebemos quando faz mesmo falta (chuva e sujidade), devemos para além de verificar o funcionamento dos limpadores e desembaçadores, conferir o nível do reservatório de água e o estado das palhetas. Se a palheta estiver ressecada não há nada a fazer senão trocar, se estiver suja, basta limpar.

 

Circuito de arrefecimento do motor

Nada como conferir o nível da água do radiador e o funcionamento da ventoinha para despistar possíveis sobreaquecimento do motor. Tal ainda é mais importante em viagens acima de 500km.

 

Itens Variados

Não esquecer ainda de checar os seguintes itens:

  • Pastilhas dos freios – importante quando é necessário frear bruscamente o veículo.
  • Escapamento – proceder à reparação por um profissional no caso de muito barulho ou de balanço.
  • Vidros – Estando sujos ou engordurados basta limpar, no caso de partidos ou picados pensar na sua substituição.
  • Cintos de segurança – estando soltos, desfiados ou a travar sem serem acionados, proceder à sua reparação ou substituição.
  • Extintor – se apresentar uma  carga abaixo do normal ou fora de prazo tem que ser recarregado ou trocado.
  • Bateria – ver se carrega bem, se tem água no nível, caso contrário trocar por uma nova ou recarregar numa oficina.
  • Amortecedores – se o veículo balançar de forma instável, é sinal de que é hora de trocar.
  • Bagagem – pensar bem na quantidade de bagagem de forma a não alterar a dinâmica do veículo e o seu centro de gravidade.
  • Documentos do motorista – documentos importantes que devem sempre acompanhar o motorista: RG, CNH, IPVA, CRLV (documento do veículo) e cartão da seguradora.

Claro que isto apenas é uma pequena amostra, daí ser tão importante a revisão do carro na concessionária ou numa oficina especializada. Peças e itens como o sistema de ignição e injeção, molas e amortecedores, rolamentos de roda, pastilhas de freio, coifas e juntas homocinéticas e a correia dentada do motor, bem como os seus respectivos rolamentos devem sempre funcionar a 100%.

Já sabe, prepare-se antes de cair na estrada, para que possa usufruir de todos os prazeres de dirigir.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *