História do R19

História do R19

Renault 19 conhecido popularmente como R-19, é um automóvel do segmento C produzido pela Renault entre anos 1988 e 1994 em Valladolid (Espanha) para o mercado europeu e fabricado em Cordova (Argentina) até 1999 para o mercado do sul-americano.

O R-19 é um modelo compacto, amplo e muito confortável, e muito avançado em sua época, desde então, o modelo apresentou uma linha com grandes avanços na aerodinâmica e equipamentos de série que nenhum outro carro de sua mesma categoria ofereceu, pelo preço praticado na época, respeitando as categorias existentes.

 

HISTÓRIA

Desenho e Criação

Renault 19 é o resultado do programa de desenvolvimento denominado X53 para criar um veículo do segmento C. O desenvolvimento do R-19 começou em novembro de 1984 e em Julho de 1985 foi finalizado a parte mecânica. Até abril de 1986 trabalharam nos interiores e o R-19 foi incorporado na linha de produção. Em maio de 1988, já havia mais de 7.5 milhão quilômetros de testes, para concretizar e confirmar a tecnologia, a confiabilidade e a durabilidade do veículo.

O projeto do Renault 19 era fruto do trabalho de desenvolvimento do projeto da Renault com a colaboração do consagrado e famoso designer Giorgio Giugiaro. Basicamente, a intenção do projeto era criar um veículo aerodinâmico e com força mecânica, sempre dentro da linha dos automóveis compactos.

Assim os resultados otimizados no túnel de vento alcançam um arrasto aerodinâmico de 0.31 Cx.

Para enfatizar o avanço do R-19 na época de seu desenvolvimento, temos que ressaltar, por exemplo, a série 1 do BMW de 2004 que apresentou a mesma resistência aerodinâmica, mas desenvolvido dezesseis anos mais tarde.

Os coordenadores da Renault também consideraram a segurança como um fator da importância e incluíram a disponibilidade de proteção de encontro aos impactos laterais e até o air-bag nas últimas versões.

Pretendendo aumentar o número de unidades vendidas o Renault 19 foi projetado com três, quatro e cinco portas. A versão mais comum era a de cinco portas. Mais tarde a versão de quatro portas era distinta da versão cinco portas incorporando um porta-malas maior que o tornava um autêntico sedan, conhecido pelo nome comercial para esta versão de Renault 19 Chamade.

Mais tarde, deu origem a versão de três portas, sendo substituído depois pela ascensão do modelo conversível conhecido como: Renault 19 Cabrio.

Fabricação

O Renault 19 foi produzido nas fábricas da Renault em Douai e em Maubeuge (França) e em Valladolid (Espanha) assim como em Setubal (Portugal).

Posteriormente foi produzido pela Renault em Santa Isabel, Cordova (Argentina) onde foi produzido até 1999.

Para satisfazer os desejos de todos os seus clientes foi produzido em quatro modelos básicos, o que diferenciava entre eles, eram os equipamentos opcionais. Esses quatro modelos foram motorizados com 11 tipos diferentes de motores, para atingir um maior número possível de clientes, no mercado automobilístico.

 

Prêmios e Reconhecimentos

Na Espanha, o Renault 19 é escolhido em 1989 como o “carro do ano” e também na Alemanha, no mesmo ano, ele é eleito como o “melhor dos automóveis importados”. Na Argentina, foi eleito “carro do ano” em 1993.

Mudança da Versão

Em 1992, o Renault 19 fase II do projeto, foi introduzido no mercado. Uma versão adaptada aos novos tempos, com um novo desenho (design) e com novos motores (os motores recebem a injeção eletrônica). A fase II é distinguida visualmente da original pelas linhas arredondadas, por novos faróis e lanternas e por um novo painel redesenhado. Os demais elementos também sofreram mudanças tecnológicas.

Em 1995 é apresentado o sucessor, o modelo conhecido como Renault Mégane.

Modelos

O que diferenciava o R-19 de outros automóveis de sua mesma categoria foi a variedade de modelos, que tiveram como base as três versões como origem.

Fase I

•    TR (1.4 cc, 60 CV)
•    TS (1.4 cc, 80 CV)
•    TD (Diesel, 1.9 cc, 65 CV, 70 CV sem o ar condicionado)
•    GTR (1.4 cc, 60 CV)
•    GTS (1.4 cc, 80 CV)
•    GTX (1.7 cc, 93 CV)
•    GTD (Diesel, 1.9 cc, 65 CV)
•    TSE (1.4 cc, 80 CV)
•    TXE (1.7 cc, 92 CV)
•    TXI (1.7 cc, 107 CV)
•    TDE (Diesel, 1.9 cc, 65 CV)
•    TDX (Diesel, 1.9, 93 CV)
•    16V (1.8 cc, 140 CV)

Fase II

•    RL 1.4 (1.4 cc, 75 CV)
•    RL 1.4eco
•    RL 1.9D (Diesel, 1.9 cc, 65 CV)
•    RN 1.4 (1.4 cc, 75 CV)
•    RN 1.4eco (1.4 cc, 75 CV)
•    RN 1.6(1.6 cc)
•    RN 1.8 (1.8 cc, 95 CV)
•    RN 1.9D (Diesel, 1.9 cc, 65 CV)
•    RN 1.9dT (Diesel, 1.9 cc, 93 CV)
•    RT 1.8 (1.8 cc, 95 CV)
•    RT 1.8s (1.8 cc, 95 CV)
•    RT 1.8i (1.8 cc, 107 CV)
•    RT 1.9D (Diesel, 1.9 cc, 65 CV)
•    RT 1.9dT (Diesel, 1.9 cc, 93 CV)
•    RTI 1.8i (1.8 cc, 113 CV)
•    16V (16s – 137 CV)
•    RE (1.6 cc, 78 CV a 5.000 RPM)

Fonte: Pesquisa realizada na Internet
(renault19brasil@hotmail.com)

Veja algumas fotos dos R19 – Fase 2